Conhecimento é o princípio para alcançar êxito no mundo dos negócios. Entendemos que o Business Intelligence pode ser a melhor opção para que você além de dominar seu negócio, possa tomar as melhores decisões.


Por meio do Business Intelligence é possível criar estratégias e planejar ações que terão muito mais assertividade, pois serão definidas por informações com base em dados e não apenas por intuição.


Por esse motivo preparamos um Glossário de Business Intelligence com os principais termos técnicos e de negócios para facilitar nossa comunicação e aprofundar seu conhecimento. Ele ajudará você a entender melhor os termos que fazem parte de uma solução de BI para uma empresa e o significado de cada um deles.

 

Agile BI
Refere-se ao uso do Desenvolvimento de Software Ágil para projetos de BI e tem como principal objetivo a redução do tempo de implementação de uma solução de BI.

 

 

Análise Preditiva
É o uso de dados, algoritmos estatísticos e técnicas de machine learning para identificar a probabilidade de resultados futuros com base em dados históricos.

 

 

API 
API é um conjunto de rotinas e padrões de programação para acesso a um aplicativo de software ou plataforma baseado na Web.
A sigla API refere-se ao termo em inglês ?Application Programming Interface? que significa em tradução para o português ?Interface de Programação de Aplicativos?.

 

 

Árvore de Decisão 
É uma técnica que a partir de uma massa de dados (Data Mart ou Data Warehouse), cria e organiza regras de classificação e decisão em formato de diagrama de árvore, que irão classificar suas observações ou predizer resultados futuros.

 

 

Atributo
São dados adicionais dos campos de uma tabela e servem para qualificar as métricas, porque elas sozinhas na fato não fazem sentido.

 

 

Balanced Scorecard 
É uma metodologia de medição e gestão de desempenho desenvolvida pelos professores da Harvard Business School (HBS) Robert Kaplan e David Norton, em 1992, que tem como principal objetivo medir o desempenho empresarial através de indicadores quantificáveis e verificáveis.

 

 

Bancos de dados ou bases de dados 
É um conjunto de dados com relacionamentos predefinidos entre si. Os dados contidos em um banco de dados são organizados na forma de tabelas, colunas e linhas. As tabelas armazenam um conjunto de colunas e linhas.

 

 

BI Magic Quadrant 
O Quadrante Mágico fornece um posicionamento gráfico de soluções de BI para quatro tipos de provedores (leaders, visionaries, niche e challengers). Através deste relatório é possível identificar as soluções mais adequadas para o seu negócio.

 

 

Big Data 
Big Data é o termo que descreve o imenso volume de dados, estruturados e não estruturados, que impactam os negócios no dia a dia. Big Data pode ser utilizado para a análise e obtenção de insights que levam a melhores decisões e direções estratégicas de negócio.

 

 

Business Analytics ou Análise de Negócios 
É uma abordagem centrada em dados que combina a ciência de análise preditiva, utilizando algoritmos analíticos avançados para processar registros de dados e criar modelos que possam realizar previsões sobre os resultados futuros e agregar valor às empresas.

 

 

Business Intelligence ou Inteligência de Negócios 
É um processo e não uma ferramenta. As ferramentas de BI são apenas parte de um processo de coleta, transformação, organização, análise e compartilhamento das informações aos tomadores de decisão. Seu principal objetivo é transformar enormes volumes de dados em informações relevantes para a tomada de decisões.

 

 

Charts ou Gráficos 
São componentes de visualização que apresentam os dados de forma amigável graficamente. Nenhuma solução de BI está completa sem o uso deste tipo de componente. Dentre os principais tipos de gráficos destacam-se o gráfico de pizza, linha, coluna, barra, área e polar.

 

 

Cloud Analytics
É um modelo de serviço no qual os dados analíticos são fornecidos através de uma nuvem pública ou privada. Os aplicativos e serviços analíticos em nuvem são normalmente oferecidos sob um modelo de precificação baseado em assinatura ou de utilização.

 

 

Cloud computing 
Cloud computing refere-se à utilização da memória e da capacidade de armazenamento e cálculo de computadores e servidores compartilhados e interligados por meio da Internet, seguindo o princípio da computação em grade. Vale para hardware, memória, banco de dados, pastas de armazenamento de arquivos, infraestrutura de rede, etc.

 

 

Colunas ou Campos 
São as partes das tabelas que armazenam os dados e devem receber um tipo de dados e ter um nome único.

 

 

Cubo 
Um cubo OLAP, também conhecido como cubo multidimensional ou hipercubo, é uma estrutura de dados criada, usando bancos de dados OLAP, para permitir a análise quase instantânea dos dados.

 

 

Dashboard 
Dashboard é a apresentação visual das informações mais importantes e necessárias para alcançar um ou mais objetivos de negócio, consolidadas e ajustadas em uma tela para fácil acompanhamento do seu negócio.

 

 

Data Discovery
Capacidade de descobrir insights a partir de informações que ajudam os usuários de negócio a entenderem os dados.

 

 

Data Integration 
É o processo de combinar dados de diversas fontes permitindo a consolidação e integração dos dados em um ambiente único.

 

 

Data Mart 
Repositório de dados e subconjunto de um Data Warehouse, que armazena informações dimensionais de determinada área de assunto ou departamento.

 

 

Data Mining ou Mineração de dados
A mineração de dados é o processo de descoberta de informações acionáveis em grandes conjuntos de dados. através de análises matemáticas para derivar padrões e tendências que existem nos dados.
Normalmente, esses padrões não podem ser descobertos com a exploração de dados tradicional pelo fato de as relações serem muito complexas ou por haver muitos dados.

 

 

Data Modeling ou Modelagem de Dados 
A modelagem de dados é um conjunto de técnicas para a especificação das regras de negócios e as estruturas de dados de um banco de dados, com o objetivo de construir um modelo de dados consistente, não redundante e perfeitamente aplicável em qualquer SGBD.

 

 

Data Source ou Fonte de Dados 
É a configuração de conexão para um banco de dados de um servidor. O nome é normalmente utilizado quando se cria uma consulta para o banco de dados.

 

 

Data Warehouse ou Armazém de Dados 
É um armazém de dados orientado por assunto, integrado, não volátil, variável com o tempo, para apoiar as decisões gerenciais estratégicas de uma empresa.

 

 

Drill Down and Drill Through
Processo de detalhar os dados resumidos de uma informação para investigar em detalhe cada uma das informações existentes no resumo.

 

 

Drill UP
Processo de reunir os dados detalhados das informações existentes no detalhe.

 

 

ETL (Extract Transform Load) ou Extração, Transformação e Carga 
São ferramentas de software cuja função é a extração de dados de diversos sistemas, transformação desses dados conforme regras de negócios, carregamento dos dados geralmente para um Data Mart e/ou Data Warehouse, ou para um determinado sistema legado da organização.

 

 

Front-end e Back-end
São termos generalizados que se referem às etapas inicial e final de um processo. O front-end é responsável por coletar a entrada do usuário em várias formas e processá-la para adequá-la a uma especificação em que o back-end possa utilizar.
Front-end é aquilo que você vê e com o que você interage, ou seja, é a interface gráfica.
Back-end é o contrarregra por trás dessa interface, que trabalha do lado do servidor.

 

 

Granularidade
O nível de detalhamento do dado. Alta granularidade é o grão, o menor nível do dado.

 

 

Insights
São ideias, visões geradas a partir da visualização de um gráfico, dashboard ou indicador de gestão.

 

 

KPI (Key Performance Indicator) ou Indicador Chave de Performance 
É uma ferramenta gráfica utilizada para medir o desempenho dos processos de uma empresa e, com essas informações, colaborar com os usuários envolvidos com o objetivo de alcançar os objetivos estabelecidos (metas).

 

 

Tabela
Tabelas são objetos de banco de dados que contêm todos os dados em um banco de dados. Nas tabelas, os dados são organizados de maneira lógica em um formato de linha-e-coluna semelhante ao de uma planilha. Cada linha representa um registro exclusivo e cada coluna representa um campo no registro.

 

 

View ou Visões
Funcionam como uma tabela virtual, composta pelo resultado de uma consulta com base em uma ou mais tabelas ou mesmo outras VIEWS. Ao contrário das tabelas normais, uma visão não faz parte fisicamente do banco, existindo apenas dinamicamente a partir das demais.